Buscar
  • Iguales

Exposição que aborda a diversidade chega à Galeria Iguales

Atualizado: 30 de Set de 2019



É negra? É trans ou cis? é roqueira? Parece gay, não é? As respostas para estes questionamentos pouco importam para o artista visual Carlos Sérgio Borges. Os perfis retratados em sua exposição são, para ele, apenas pessoas - cada uma com suas individualidades. Contudo, a mostra “Por que me olhas assim? ”, aberta no Complexo Iguales nesta terça, 24, tem mesmo o efeito de despertar os preconceitos que cada um carrega consigo, e isso é intencional. Apenas o fundo das pinturas recebeu cor. “As cores dos personagens estão no olhar de quem os vê”, revela.


As telas, explica Sérgio, vão de encontro aos julgamentos baseados na imagem, na aparência. “Não importa se é preta, branca, tatuada, gay... o que tem que prevalecer é o respeito”, assinala o artista, que sempre gostou de retratar a autenticidade, mas que vê no agora um momento relevante para enaltecer ainda mais a diversidade. “As pessoas estão iguais, fazendo de tudo para se enquadrarem num padrão e caberem em determinado espaço. O cabelo é igual, a roupa é igual e até os assuntos são os mesmo”, afirma.


Esta é a 28ª exposição individual do artista, que já acumula mais de 500 exposições coletivas em seus 35 anos de carreira. Itinerante, a mostra sai de seu próprio ateliê, na Cidade Alta, direto para a galeria do Complexo Iguales, que tem a diversidade em seu DNA. Aberta de segunda a sábado, ‘Por que me olhas assim?’ traz nove telas em 80cm x 80cm e outras 16 em pequenos formatos.




Galeria Iguales

A Galeria de Arte do Complexo Iguales é um espaço democrático, aberto a artistas de várias linhas, sotaques e níveis de experiência. Além de “Por Que Me Olhas Assim?”, há outras pequenas exposições espalhadas nas duas alas do espaço. Entre outros nomes, tem os potiguares Alex Jr e Ery Medeiros, que em comum têm a força das cores em seus trabalhos.


Estão expostas também telas de Alemão Art, artista reconhecido internacionalmente por seu universo lúdico. Ainda há quadros de Jayr Penny, o mais português do artistas brasileiros, e de Sávio Bezerra, estreante na arte após mais de duas décadas dedicadas exclusivamente à medicina.

2 visualizações0 comentário

COMPLEXO IGUALES

Iguales Loja

Av. Hermes da Fonseca, 1062
Natal, Brasil
Terça - Sexta 10h - 19h
Sábados 10h - 15hs
+55 84 2030.3440 (ramal 1)

Galeria Iguales

Av. Hermes da Fonseca, 1062
Natal, Brasil
whatsapp (84) 99997.7004
+55 84 2030.3440 (ramal 4)

Thomé Galeria Bistrô

Av. Hermes da Fonseca, 1062

Segundo piso
Quarta a Sábado - 12h às 15h e 18h às 22h
Terças e Domingo - 12 às 15h 
+55 84 99842.0183

+5584 2030.3440 (ramal 3)

© 2018 by Iguales

© 2018 by Iguales